20 de mar de 2017

Game Nostalgia: Teenage Mutant Ninja Turtles (MAME)


Quem não conhece Tartarugas Ninjas? Assim como alguns super heróis da época dos gibis que ganharam vida em desenhos animados e filmes hollywoodianos, Tartarugas Ninjas também saíram dos HQs na época e até hoje fazem referência em novos desenhos animados, filmes e produtos. E por que não também em games antigos e em games mais modernos em consoles como PS3 e em celulares? Este do post fala do game precursor das tartarugas ninjas: Teenage Mutant Ninja Turtles, produzido pela Konami em 1989 nos fliperamas.

Este game é referência no desenho animado dos anos 80 e 90, com as quatro tartarugas como protagonistas no estilo "beat en' up", que estava entrando no auge depois do sucesso de Double Dragon. E também foi um dos pioneiros a conseguir com que quatro jogadores jogassem ao mesmo tempo, cada um com uma tartaruga diferente. Eu mesmo jogava muito esse fliperama nos arcades do shopping e era bastante disputado para jogá-lo. Como um bom "beat en up", a jogabilidade era boa, com controles simples: um botão para atacar e outro para pular e apertando os dois botões ao mesmo tempo, fazia-se um golpe especial que detonava os inimigos de uma vez (tirando os chefes e inimigos mais fortes), mas sem perder life; mas não tinha um "dash" para incrementar mais golpes, o que na época, ainda não era comum. Só depois de anos que colocaram a corridinha nos games de luta.


Os gráficos eram muito bons para a época e mesmo com muitos inimigos na tela, não era muito comum dar "flickering" (cintilação na tela), mas muitas vezes, dava lentidão na jogatina. O som era ótimo, com vozes e músicas orquestradas com tema das Tartarugas Ninjas, o que era super reconhecidas desde aquela época.


Jogar sozinho era desafiador, mas era relativamente mais fácil, pois se jogar com os quatros jogadores, a tela enchia de inimigos e como cada tartaruga era muito similar um com outro (mudando apenas as cores das faixas e as armas), era muito fácil confundir seu player com os dos outros. Além de que o game era até dificil fechar apenas com uma ficha, mas se souber das manhas de cada fase e chefe, com treino até conseguiria fechar. Mas, no emulador, como fica tudo mais fácil, abusar dos continues é comum. Com isso, o jogo fica bem rápido de zerar com uns 20 minutos de jogatina. No fliperama oficial que jogava, cada ficha dava direito a duas vidas, mas dependendo das máquinas, dava três ou só uma vida. Eu lembro que na época, consegui ir até a última fase usando só uma ficha com duas vidas.


Enfim, talvez este game foi um grande "catalizador" do estilo luta de rua e ajudou bastante com sua popularização ao redor do mundo. Clássico que merece ser relembrado para os fãs de beat en ' up.

4 comentários:

  1. Ultima fase com 1 ficha não é pra qualquer um. Sugee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naquela época, eu era viciado nesse geemu. Agora, joguei com meu bro e meu sobrinho juntos e detonamos nas fichas, tehe.

      Excluir
  2. Eu gostava de ver jogarem, mas devo ter gastado ficha só uma vez. Pobre sacume...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm gostava de ver os outros jogarem, mesmo os noobs haha

      Excluir