23 de dez de 2011

Buenos Aires - Parte 1

Bom, terminaram minhas férias, mas a volta ao trabalho nessa época é como se fossem afazeres particulares dentro da firma, já que é época de fim de ano (férias) e o serviço é "morto" nessa época. Bom, deixo de lado esse detalhe, pois o que interessa é mais um tópico de experiência de viagens por aí.

A capital da Argentina, terra dos pampas e dos verdadeiros gaúchos ("sorry" gaúchos de RS, rsrs), possui uma história riquíssima. Colonizada principalmente por imigrantes espanhóis e italianos, Buenos Aires possui, em sua arquitetura, muitas construções com traços da antiga Europa e prédios imponentes. Bom, vamos por partes:

- Avenida 9 de Julio:

Segundo alguns argentinos, a principal avenida de Buenos Aires, a av. 9 de Julio, possui uma das maiores extensões do mundo em termos de largura, mais de 100 metros para cruzá-la. Mas ela tem muito charme. Ela engloba o Obelisco (marco zero da cidade). Caminhei muito nessa avenida, mas ainda bem que eu usava um tênis novo.

- Florida Street
É o calçadão mais comercial que existe na Argentina. Além das muitas lojas ao redor, há também vendedores típicos, formando uma linha enorme no centro da rua. Ótimo lugar para suas compras. E volte e meia, há também um show de tango para desfrutarmos.

- Casa Rosada
É o "Palácio do Planalto argentino", isto é, onde o(a) Presidente trabalha e governa dentro do país, mas ao contrário do Brasil, o Presidente não mora dentro da Casa Rosada e sim, num lugar afastado do centro da cidade. Entretanto, ele(a) tem a disposição um helicóptero sempre para seus deslocamentos. O porquê do lugar ser rosa se deve a dois fatos (um inventado e outro verdadeiro). Quem quiser saber dos dois fatos, comente aí que, quem sabe, eu explico nos comentários. Hehehe.

- El Congreso de la Nación

Mais imponente que a Casa Rosada, o Congresso Nacional da Argentina é onde os líderes do país se reúnem para se discutir as decisões políticas. É mantida em sua forma original desde 1810, quando Buenos Aires começou a ser governada de forma independente. Abaixo, está um mini-obelisco, onde está inscrita "25 Mayo 1810", e onde está a avenida de mesmo nome. O Congresso e a Casa Rosada estão nessa avenida.

- Torre Monumental

Passei rapidinho nessa torre, mas nem por isso é a menos importante. Essa é a Torre Monumental, onde foi uma doação de residentes britânicos, em comemoração do centenário da Revolução de Maio, em 1810.

- El Obelisco

Construção considerada o marco-zero de Buenos Aires. Ela fica entre a avenida 9 de Julio e a avenida Corrientes. O obelisco é frequentemente utilizado como um ponto de reunião para diversas manifestações, semelhante ao que acontece na Praça de Mayo (local onde está a Casa Rosada).

Bom, ainda tem muita coisa para postar sobre Buenos Aires. Aguardem a parte 2, ok? :)

7 comentários:

  1. Olá Ocho. Mas já acabam suas férias... fiquei imaginando onde você teria ido, mas não achei que fosse para fora do Brasil. Tenho vontade de conhecer a Argentina. O povo é hospitaleiro?

    Aproveitando também pra desejar um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo! Infelizmente também não poderei assistir Kouhaku este ano.

    ResponderExcluir
  2. Yoo! Você já me mostrou as fotos, mas não custa comentar mais.
    Alguma coisa na arquitetura me lembrou São Paulo. Eu também tenho essa curiosidade de saber como é o povo de lá. Eu sei que não dá pra ver esse tipo de coisa só como turista, mas alguma impressão a gente consegue, né.

    ResponderExcluir
  3. olha onde o Ocho foi acabar parando, rss..
    brincadeiras à parte, desejo a vc um ótimo Natal e Ano Novo.
    Abç!

    ResponderExcluir
  4. Ninguém quis saber o porquê da Casa Rosada ser rosa? quem quiser saber levanta a mão!! rsrs

    ResponderExcluir
  5. Yoo! Feliz Natal aee! Tava me esquecendo.

    ResponderExcluir
  6. É, como turista pode ser que eu tenha uma impressão diferente do que se fosse imigrante na Argentina. Mas minha impressão é que eles são hospitaleiros (vendedores, hoteleiros, garçons, etc...). Não tive nenhum incidente com eles. O engraçado é que em muitos lugares, me senti como se estivesse no Brasil devido a grande quantidade de brasileiros na cidade.

    Entretanto, se vc tentar falar espanhol com eles, são mais atenciosos para tentar responder a vc.

    Feliz Natal (que já está terminando) e um próspero Ano Novo a vcs colegas e amigos presentes aqui no blog. :)

    ResponderExcluir