10 de abr. de 2021

Game: Captain Toad - Treasure Tracker (Switch / Wii U)

Um game com dois dos personagens de Mario: Toad e Toadette, onde a dupla percorre vários lugares em busca de tesouros escondidos e das estrelas do mundo de Mario, com equipamentos de garimpagem como picaretas, mochilas e lanternas acopladas na cabeça. O game já tinha sido criado originalmente para o Nintendo Wii U e fora portado também para o Switch, como muitos outros games da Nintendo portados para o híbrido de maior sucesso atual.

9 de abr. de 2021

Game Nostalgia: ESWAT - City Under Siege (Mega Drive)

A Sega, no final dos anos 80 e começo dos anos 90, tinha criado uma saga chamada ESWAT, onde um policial promovido resolve vestir uma vestimenta robótica capaz de utilizar diversas armas (metralhadora, tiro de plasma, mísseis e até uma labareda circular), além de poder voar com um jetpack acoplado na vestimenta. Bem estilo Robocop cujo tema estava bem popular nessa época, e também concorrendo com os jogos do Robocop que saíram nas plataformas concorrentes como no NES e fliperamas. 

26 de mar. de 2021

Animê: Maoujou de Oyasumi

Imagine uma "Chino" (de Gochuumon wa Usagi desuka), mas mais "travessa" e ativa sendo uma princesa de um grande reino, mas hordas demoníacas raptaram-na, mantendo-a refém num quarto dentro uma torre nso últimos andares do castelo do grande "Maou" (demônio)... e que a princesa tem um grande objetivo: conseguir dormir bem numa cama e travesseiros bem macios e aconchegantes, não importa o lugar. Sim, essa é a "Suya", a protagonista do animê.

25 de mar. de 2021

Game: Shantae and the Pirate's Curse (PC / PS4 / XBox1 / Switch)


A saga de Shantae, já postada no blog no jogo Shantae Risky's Revenge Director's Cut, possui vários games e este é mais um finalizado por mim: Shantae and the Pirate's Curse, onde Risky, rival de Shantae perde seus poderes para uma maldição pirata e as duas precisam recuperar os poderes de Risky vasculhando vários lugares, coletando almas possuídas dos capangas de Risky dentro da lâmpada mágica de Shantae e assim, retirar tal maldição que tirou os poderes não só de Risky, mas de vários lugares desse mundo.

21 de mar. de 2021

Game Nostalgia: Brawl Brothers (SNES / Switch)

Início da década de 90 era a febre dos games "beat en' up", com Final fight e Streets of Rage como protagonistas. E assim, outros games de briga de rua iriam surgir para tirar uma casquinha dentro desse sucesso. E assim, a Jaleco iria criar um game deles de briga de rua chamado "Brawl Brothers" (ou "Rushing Beat" no Japão). 

8 de mar. de 2021

Game Nostalgia: Super Ghouls n' Ghosts (SNES / Switch)

Quem conheceu a saga Ghosts n' Goblins desde o fliperama sabe da dificuldade injusta que essa série de jogos proporcionou aos jogadores. Atualmente, jogar a série ficou bem mais fácil graças aos emuladores com os "save states", mas antigamente quando sequer tinha password entre uma fase e outra... zerar na raça realmente era para poucos.

28 de fev. de 2021

Música Tema "Chaos Rings OMEGA - Kicking It With Piu-Piu (Extended)"

Segue mais um trabalho feito por mim, a música tema de Chaos Rings OMEGA - Kicking It With Piu-Piu, versão extendida. Se o YouTube derrubar, tento postar em outro lugar, se eu achar, tehehe.

27 de fev. de 2021

Animê: Tantei Opera Milky Holmes

Quando baixei este animê, fui alertado que o animê não era grande coisa, mas mesmo assim, resolvi conferir "Tantei Opera Milky Holmes" por causa das meninas protagonistas que achei bem "kawaii". Well, terminei essa temporada e darei meus "pitaços" brevemente.

14 de fev. de 2021

Game: Overcooked! 2

Aproveitando promoção grátis por 6 dias, resolvi experimentar Overcooked 2, um game estilo "puzzle" que envolve fazer pratos típicos no menor tempo com os ingredientes certos, usando destreza de dois cozinheiros em cortar alimentos, cozinhá-los/fritá-los e servir em pratos para entregar na esteira, além de ter que lavar os pratos; tudo com certo limite de tempo e quantidade mínima para ganhar uma estrela ao menos para passar de fase.

13 de fev. de 2021

Animê: Irozuku Sekai no Ashita kara

Conta a história da pacata, mas solitária vida de Hitomi Tsukishiro, na qual ela vivia sempre cabisbaixa, com esforço enorme para sorrir devido a vários problemas pessoais na sua infância, além de enxergar tudo monocromático por alguma anomalia desconhecida. O início do animê é no ano de 2078.