18 de abr de 2012

Santiago de Chile

Após um período ausente nos posts deste blog (desculpem-me pela ausência, pois eu estava de férias), resolvi tirar o pó daqui. :) E dessa vez, comentando sobre mais uma grandiosa cidade da América do Sul: a cidade de "Santiago de Chile".

A cidade é bastante procurada por turistas brasileiros e argentinos, especialmente durante as épocas de inverno e verão, para temporadas de esqui e praia, respectivamente. Santiago fica em uma posição privilegiada na geografia, entre as Cordilheiras dos Andes e as praias do Oceano Pacífico. A região de Santiago possui uma variação brusca de temperatura, conforme sua localidade, afinal, indo em direção ao leste, vai de encontro às cordilheiras e, ao oeste, às praias de Valparaíso e Viña del Mar. Praia ou montanha, você escolhe.




Não vou mostrar tudo o que a região oferece, mas deixo algumas atrações principais que me chamaram a atenção da capital do país da "cueca".

- Cordilheira dos Andes:


Conhecer Chile sem conhecer a Cordilheira dos Andes é como conhecer Nova Iorque sem conhecer a Estátua da Liberdade. As estações de Vale Nevado e Farellones ficam a mais ou menos uma altura de 3.000 metros e são as principais estações de esqui da região. Na época de abril ainda não há neve e o clima é seco, dando a ver a pouca vegetação da região, mas os organizadores já estão preparando o terreno para a temporada de inverno, onde começa em meados de junho e vai até setembro. Mas mesmo para quem não curte esquiar, olhar a paisagem já vale muito a pena. Só um aviso aos navegantes: para quem sofre de enjoo, o caminho para se chegar até ao alto é meio penoso, pois a estradinha é bem sinuosa, mas vale o sacrifício.

- Palácio de La Moneda:



No centro de Santiago fica o Palácio Presidencial La Moneda. A cada 48 horas, há sempre uma cerimônia da troca de guarda do palácio, com banda marcial e performance militar. A polícia chilena tem um nome curioso: "Los Carabineros de Chile", com um símbolo de duas carabinas cruzadas e seu uniforme lembra bastante o da polícia alemã. A enorme bandeira do Chile foi colocada em 2010, em homenagem ao bicentenário do país.

- Teatro Municipal:

Esse é o principal teatro de Santiago. Há grandiosas peças, festivais de dança folclórica e música e outros tipos de atrações sempre sendo promovidos no teatro municipal.

- Mercado Central:


O principal mercado municipal de Santiago. Lá dentro há venda de pescados dos mais variados tipos, frutos do mar como ostra e caranguejos, e frutas como maçã e uvas. Há também muitos bares e restaurantes típicos dentro e aos arredores do mercado. A parte da comida está mais no final do post. :)

- Centro de Santiago:

Como toda grande metrópole, Santiago possui um centro de negócios e de lojas junto aos vários calçadões, sempre bastante movimentada. A avenida da foto é a principal de Santiago e corta praticamente toda a cidade. A bandeira do Chile fica no meio dessa avenida. Seu sistema de transporte conta com um eficiente sistema de metrô que o leva a praticamente todo lugar de Santiago. Abaixo está a foto da Universidade Católica do Chile, que também fica no centro.

- Morro San Cristobal e Bairro Bellavista:


No bairro Bellavista, há o morro San Cristobal, onde o turista pode ver a cidade de cima com uma bela vista (como o nome do bairro diz) e no alto, há uma grande estátua da Virgem Maria, onde os católicos podem rezar e orar. Para subir o morro há três opções: de trenzinho, de carro ou de bicicleta. As fotos abaixo, mostram o centro do bairro, onde é o "glamour" de Santiago, onde há bons restaurantes e bares.



- Museu de Bellas Artes:


O Museu de Bellas Artes de Santiago também é uma boa atração, que, infelizmente, a maioria dos brasileiros não frequenta. O museu guarda várias obras esculturais e pinturas de artistas consagrados da era contemporânea de várias partes do mundo. Vale a pena conhecê-lo.

- Casas de Pablo Neruda em Santiago e em Isla Negra:


O poeta e político Pablo Neruda, apesar de ter afirmado que era comunista, vivia como um burguês, pois ele tinha várias casas e vastas coleções; três casas somente no Chile. As três casas se tornaram museus com seus pertences em exibição dentro delas. As fotos acima são da casa de Neruda em Santiago. As de baixo, a casa de Neruda em Isla Negra, que era sua favorita (por que será, né?). Infelizmente não se pode tirar fotos do interior das casas dele, mas como sempre tem gente que gosta de burlar regras, eis aqui algumas fotos, que não são minhas.



- Vinhedo Concha y Toro:


Os vinhedos ou vinhas são também obrigatórios para quem for para Santiago, pois o Chile tem um dos melhores vinhos do mundo. Um dos principais vinhedos é o Concha y Toro, que fica aos arredores de Santiago. Começa pelo rigoroso plantio de diversas uvas, passando pelo controle de temperatura dos armazéns para o envelhecimento dos vinhos em barris de qualidade até chegar às adegas. No passeio, o turista pode degustar alguns vinhos e levar algumas lembranças, além de, claro, aproveitar para comprar garrafas de vinho.



- Restaurantes Típicos:

Os pratos chilenos, em geral, são bem parecidos com os argentinos, mas experimentei dois tipos que são tradicionais chilenos:



Essas de cima são pratos que chamam "...a los Pobres". Isso porque na época da escravidão, os moradores mais pobres tinham costume de comer batatas e ovos fritos, mas sem a carne. Claro que com o passar do tempo, a carne era a parte principal do prato e variava com lombo, pernil, frango ou carne bovina e os pedaços são bem generosos, igual a um "chorizo" argentino. Acompanhar com um bom vinho, com uma cerveja ou com um "pisco sauer" vai bem. Pisco Sauer é uma bebida típica chilena que é parecido com a nossa caipirinha, mas que leva uva no lugar. Para uma salada, sugestão é a salada chilena, que vai bastante tomate e cebola com uma salsinha.

Outra sugestão é o "Pastel de Choclo" da foto abaixo, que é um tipo de torta de milho colocado numa cumbuca que lembra pamonha com recheio de frango, presunto e queijo (em alguns) e cebola refogada.

- Dança da Cueca:


Não é a nossa cueca. E nem eles ficam girando cuecas enquanto dança. É a dança típica chilena com um ritmo mais rápido e sapateado variado. Usam trajes típicos com saia, manto e chapéu tradicional. Os homens giram um pano com a mão durante a dança.

___________________________________

Enfim, um lugar que também merece uma visita dentro da América do Sul é o Chile. E Santiago reserva bastante locais de visita e atrações.

19 comentários:

  1. Massa pra caramba. Gostei da parte das comidas xD~
    A cidade tem um quê de São Paulo pra mim.
    Eu ia ficar feliz com essa "comida de pobre".
    Você foi com pacote turístico? Era em grupo, com roteiro e guia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heheh, se essa é "de pobre", imagine qual seria a "de rico"...

      Tinha meio pacote turístico com guia(com grupo e sozinho) e o resto fiz por conta própria. Tem coisas que a gente aproveita mais perambulando mesmo por aí, hehehe.

      Excluir
  2. É um lugar que acho interessante conhecer, tá na minha longa lista. Além de ter lugares bonitos, acho que é um dos países mais 'civilizados' da américa do sul. Belas fotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Santiago vale a pena, principalmente pela Cordilheira, mas tem outras coisas interessantes também.

      Realmente, os chilenos são os mais civilizados da América. A polícia funciona, as leis são mais rigorosas e o ensino fundamental é bem investido. Simples assim.

      Excluir
  3. Hehehe... fiquei imaginando “Nossa, o Ocho deve estar mergulhado no trabalho que nem dá tempo de atualizar o blog...”

    Adorei as fotos. São tantos locais interessantes pra se conhecer. Mas você voltou quando? Não teve um terremoto recentemente no Chile?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, estava trabalhando... o sistema parassimpático do corpo, hehehe.

      Voltei justamente algumas horas antes de acontecer o terremoto no Chile. Até pareceu que estava esperando eu ir embora para acontecer.

      Excluir
  4. Também hoje nos resolvemos retomar o blog do Saito e Cristiane Nagafuti. Com certeza, a nossa ausência foi maior do que a tua! Abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milton, é você?

      Se for, seja bem vindo de volta. Estava sentindo falta do blog seu. Continua ainda o mesmo endereço? Abraços!!!

      Excluir
  5. Nuossa, parece muito legal... Eu fico na dúvida se fosse viajar pela américa do sul, iria para Argentina ou para o Chile... (se tivesse que escolher)
    E tem essa de terromoto né? que sorte sua! XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolha os dois, Dri. Buenos Aires também vale a pena conhecer.

      Eu tenho tido sorte com terremotos, aliás, a falta de presença com um. Mesmo no Japão eu quase nem senti algum terremoto de grande proporção.

      Excluir
  6. bem bacana as fotos e a descrição.. só assim p/ gente conhecer lugares diferentes. Sempre tive vontade de conhecer alguns lugares desse canto do mundo, o que falta é coragem, rss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coragem você tira de letra. O problema mesmo é a conta do cartão no final do mês. hehehe.

      Excluir
    2. tenho vontade de conhecer o Peru e o extremosul da América na Patagônia, ali aonde o vento faz a curva.

      Excluir
    3. Sim, uma das minhas proximas viagens será o Machu Pichu. Acho que aí, já fecho meu ciclo de cidades a conhecer na América do Sul.

      Patagônia é interessante também. Pena que não tive mais tempo, nem dinheiro para prolongar a viagem.

      Excluir
  7. Milton Saito21/4/12 13:15

    Grande Elton, parabéns pelo poste! Lindas fotos! Abraço! Milton Saito

    ResponderExcluir
  8. Lindas fotos, Ocho! Um ótimo post como "guia turístico", rsrsrs.

    Também tenho vontade de conhecer o Chile, um país que apreendeu a conviver com a alternância no poder, mas dando continuidade ao que o governo anterior fez de bom. Por isso mesmo que é o país mais civilizado da América do Sul, como você e Adriano comentaram. Eis aí uma lição que o Brasil precisa aprender...

    Mas certamente a riqueza cultural faz com que o Chile seja um país muito bonito e interessante pra conhecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigado, Andrea.

      Dando oportunidade, vale a pena sim, conhecer Santiago. Viajar só enriquece nossa cultura. E Santiago, na minha opinião, é a capital mais organizada da América do Sul.

      Excluir
  9. Nossa q lugar interessante! Sua matéria está completa, bem melhor q qualquer site de turismo que visitei hj! Gostaria de visitar o Chile e a Argentina!

    ResponderExcluir