8 de set de 2011

J-Dorama (XV): Hanazakari no Kimitachi e

Nada como terminar mais um J-Dorama. Dessa vez, por recomendações alheias, resolvi assistir "Hanazakari no Kimitachi e" ou "Hanakimi" (algo como "Juventude Florescente para Vocês"). Baseado no mangá shoujo de mesmo nome, "Hanakimi" é uma comédia onde a protagonista Mizuki Ashiya (Maki Horikita em Tokujo Kabachi, Nobuta wo Produce), que morava nos Estados Unidos, decide voltar ao Japão para tentar encorajar de volta o estudante-atleta Izumi Sano (Shun Oguri em Gokusen, Densha Otoko) a treinar, onde ele se acidentou com Ashiya, ainda nos EUA. Sano treinava salto em altura, mas devido a várias circunstâncias, ficou desmotivado a continuar seu treino. Acabou voltando para o Japão, continuando seus estudos em um colégio masculino. Para que Ashiya consiga seu objetivo, ela resolve entrar no mesmo colégio de Sano, mas disfarçada de menino. Com um cabelo curto e uma proteção para esconder os seios, Ashiya ingressa ao colégio e acaba dividindo o mesmo quarto com Sano.

"Hanakimi" também envolve outros estudantes de forma cômica, como o Shuichi Nakatsu (Toma Ikuta), amigo de Sano, e outros como karatecas e "evocadores". A graça do dorama está justamente em performances de animês nos atores. Agora, cá entre nós, acham mesmo que a Maki-chan convenceu como "menino"? Aquela carinha de anjo, voz feminina e corpinho magro da Maki?? Só mesmo em doramas mesmo, hehehe. É só ver a foto acima...


É um dorama leve, agradável e sem brigas ao contrário do "Gokusen". Apesar do Izumi Sano, com seu jeito fechado e sério, ser o principal personagem ao lado da Mizuki Ashiya, com seu rosto kawaii, eu me simpatizei mais com o Shuichi Nakatsu, rapaz avoado e meio trapalhão. Outros personagens engraçados foram justamente o líder karateca e o líder "evocador" maluco. Acho que com isso, deu uma pitada a mais no dorama. Seu tema de abertura é da banda Orange Range, com "Ikenai Taiyo" e o encerramento fica por conta da Ai Otsuka com "Peach".

"Hanazakari no Kimitachi e" possui 12 episódios e um especial. Rodado em 2007 e 2008. Outro dorama da lista recomendado.


Abertura da Série

9 comentários:

  1. Você anda empolgado mesmo com doramas, hein. Mas também, quais são as opções, né?
    Por falar nisso, estou devendo uma recomendação de animê. Procure "Toradora" para baixar. É coisa boa.

    ResponderExcluir
  2. Olá Ocho, você assistiu Hana Kimi!!!
    Bem, o que posso falar sobre ele... foi um dos primeiros doramas que assisti, outro clássico, mas não está entre os meus preferidos. Achei tudo muito exagerado. Confesso que assisti mais pelos atores, e Ikuta Toma está mesmo hilário como Nakatsu. E é claro, a Maki não me convenceu como garoto. Assim como Gokusen, Hana Kimi foi uma escola pra muitos atores. Tirando o trio central que você citou, outros atores famosos (hoje) são Mizushima Hiro, Mizobata Junpei, Shirota Yu, Okada Masaki, Yamamoto Yusuke, Daito Shunsuke, Kiritani Mirei, entre outros. Até hoje não assisti o especial desse dorama. Sem contar que a Fuji TV está exibindo a nova versão desse dorama.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cacá.
    Esse dorama é bem forçado e exagerado mesmo, mas acho que isso foi bem de propósito para dar ar de mangá. No primeiro episódio, já encarei-o como um animê do que dorama, hehe.

    O especial focou uma história entre o ep. 7 e 8, além da formatura da turma bagunceira.

    ResponderExcluir
  4. Kodi;

    Já baixei o animê citado. Tema escolar como em "Haruhi"? Está na fila.

    ResponderExcluir
  5. Eu classificaria mais como comédia romântica porque se passa em ambientes variados além da escola. Toradora tem estilo próprio e acho bem diferente de Haruhi. Depois me conta o que achou, ok.

    ResponderExcluir
  6. Esse seu avatar é muito legal!

    ResponderExcluir
  7. Esse avatar eu coloquei em homenagem ao "engrish" dos japoneses. O "victoly" é da época do Samurai Spirits IV. A partir daí, "engrish" ganhou status de meme.

    ResponderExcluir
  8. Hehehe, quando você falou em "victoly" lembrei de Oguri Shun em "Binbo Danshi". Era seu bordão preferido rs. Bem divertido e vale a pena conferir. Ah, e vou deixar outra dica Ocho. Assista LIAR GAME! Começa bem bobinho, mas quando você menos espera, já está envolvido com os personagens. Tem a Toda Erika, que se mete em uma grande enrascada por ser ingênua e acreditar cegamente nas pessoas. Sua salvação é o personagem interpretado por Matsuda Shota, um expert na arte da enganação. Ainda não assisti a segunda temporada =(

    ResponderExcluir
  9. Opa. Anotada sugestão. Entrará na fila. :)

    ResponderExcluir