10 de mai de 2012

Revolução Imunológica

Tenho tido gosto de escrever algumas resenhas de opiniões de variados assuntos; desde animês, J-doramas e games. Acho que vou também dar algumas pitadas de livros (apesar de não ser tão frequente quanto esses últimos assuntos citados anteriormente). Enfim, mais uma breve resenha e opinião pessoal. :)



Esse livro é de autoria de um renomado médico japonês (Toru Abo), em que retrata, com suas pesquisas de mais de 20 anos, que o equilíbrio do sistema imunológico pode curar doenças crônicas como câncer e doenças auto-imune sem recorrer a procedimentos e medicamentos que podem vir a agravá-las. Mas, o que vem a ser "equilíbrio do sistema imunológico"?

Todos nós, seres humanos, temos um sistema de autodefesa em nosso organismo, constituído por várias células de defesa, como plaquetas, linfócitos, granulócitos e outros. E são essas células que fazem o nosso "campo de força" do nosso corpo contra doenças e enfermidades. Caso haja uma "baixa" nesse "campo de força", os intrusos como vírus e bactérias podem se desenvolver em nosso organismo, fazendo então, a reação do organismo, criando sintomas desagradáveis, como febre, vômitos, mal estar, tosses, etc... O equilíbrio está, então, em manter firme nosso sistema imunológico, não permitindo doenças até como câncer não se proliferar.

O livro também critica o atual tratamento moderno de combate ao câncer, como quimioterapia, radioterapia e cirurgias prematuras. Por que a atual sociedade japonesa (e também mundial) tem recorrido a esses tipos de tratamento no combate ao câncer? Só porque fala-se em câncer, as pessoas já entram em estado de pânico, pensando que tal doença é uma sentença de morte. Aí, no desespero, as pessoas com câncer já tentam tratar diretamente no foco da doença, com quimio, rádio e cirurgias localizadas para estirpar o nódulo. mas será que fazendo esse tipo de tratamento é sempre necessário? Quais são as consequências desses tratamentos aos pacientes? E será que não pode voltar a aparecer tais carcinomas em outros pontos do corpo? O problema é que a medicina ocidental atual não atua na fonte do problema, que é o estresse e o estilo de vida das pessoas. De nada adianta todo esses tratamentos se o indivíduo continua sua rotina estressante do dia a dia. Além do que, tais tratamentos em si já são muito estressantes para nosso organismo, debilitando muito nosso sistema imunológico, consequentemente, abrindo espaço para as enfermidades invadirem dentro de nós. Infelizmente, para muitos casos, isso se torna um ciclo vicioso, agravando ainda mais a saúde.

O autor escreve sobre tratamentos alternativos e terápicos, dando algumas recomendações sobre análise de seus estilos de viver, desenvolvendo um aprendizado para a vida, verdadeiramente saudável. Dr. Abo relata sua pesquisa científica inédita que esclarece o mecanismo da regulação do sistema imunológico pelo sistema nervoso autônomo. Afirma que as medicinas tradicionais e as terapias naturais são caminhos seguros para se promover a saúde e a cura de muitas enfermidades. Entretanto, é categórico em relação aos hábitos diários, como a alimentação, o exercício físico, o sono, a respiração e outras atividades cotidianas que são de fundamental importância para a nossa qualidade de vida e saúde. Enaltece a integração das práticas naturais de saúde e defende o emprego das terapias orientais praticadas no Japão como recursos válidos para evitar o adoecimento.

O livro também trata, em muitos tópicos, assuntos um poucos mais técnicos, onde talvez o leitor não familiarizado com termos médicos possa ter algumas dúvidas, mas em geral, o livro foi escrito para o público. Tanto que, mesmo que haja palavras técnicas e japonesas, há explicações nos rodapés das páginas.

Por isso, acredito que o livro merece atenção e posso recomendar sua leitura sem pestanejar. Possui umas 180 páginas.

 Para maiores informações, http://www.honno.com.br/abo.html


9 comentários:

  1. Olá Ocho! Legal você compartilhar a sua opinião sobre os livros que anda lendo. Os leitores agradecem =)
    Hoje mesmo no almoço, durante uma conversa com a minha irmã, fiquei sabendo que a mãe de uma amiga dela tinha sido diagnosticada com câncer em estágio avançado, e logo deu início a quimioterapia. Depois ela achou melhor seguir o tratamento em outro hospital com maiores recursos, e após vários exames, acabou descobrir que não se tratava de um câncer. Parece que era algo no fígado, e agora ela está sendo tratada apenas com remédios. Dá pra acreditar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente fica assustado só fato da palavra "câncer". Até parece sentença de morte. Mas na verdade, devemos tratar a doença com serenidade e sem fobia. Muitas vezes, afobamos nos tratamentos e no final, nem precisava de tanto...

      Excluir
  2. é sempre bem interessante podermos ampliar nossos conhecimentos sobre questoes de saúde, e tbém conhecer outras formas de prevenção/tratamento, ainda mais no mundo corrido de hj.

    Best Seller no Japão? Deve ser bom o livro..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, recomendo uma leitura do livro, ainda mais para quem tem oportunidade de tomar banho de "ofurô". O autor fala bem sobre essa prática.

      Excluir
  3. Legal. Parece que a gente está num estágio avançado, mas tem tanta coisa que ainda não sabemos direito, né.
    Sempre os exercícios e alimentação balanceada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente até tem conhecimento, mas não praticamos o tal devido a afobação e medo. Muitas enfermidades, somos nós mesmos que criamos devido ao estilo de vida inadequado.

      Excluir
  4. Olá Ocho! Legal você compartilhar a sua opinião sobre os livros que anda lendo. Os leitores agradecem =) - seconded! =P

    Bom, eu tenho a crença de que a grande maioria das doenças físicas são causadas por desequilíbrios emocionais... Eu acredito que o emocional pode tanto causar doenças como curá-las... Não sei dizer sobre a eficácia da quimio, radio, etc, mas por outro lado não acredito cegamente na medicina moderna... Pra mim o tratamento de doenças gera muito mais lucro para a medicina do que a cura pela causa raiz... (essa questão é polêmica)

    Eu acredito que pessoas que desenvolvem doenças como o câncer muitas vezes têm um histórico de mágoas e ressentimentos guardados... Por outro lado, vc ve algumas pessoas famosas que se recuperam logo, eles recebem muito apoio de milhares de desconhecidos... Acho que essa energia faz muita diferença...

    Por fim, eu mesma sofro de enxaqueca cronica, e sinto que a intensidade é menor em períodos de calmaria... Agora quando estou estressada as dores triplicam em frequencia e intensidade... XD

    É por isso que meu PA "ataca" todas as partes... Acho que o desequilibrio em alguma parte acaba afetando o resto... O ideal é cuidarmos do todo!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ocho!

    Eu estou atrasada com os posts... rsrsrs. Só consegui ler hoje. Mas vamos lá:

    De uns tempos pra cá, comecei a ter uns mal-estares bem esquisistos. Tinha náusea, fraqueza, não conseguia comer nada. Ficava dias e dias assim, até começar a melhorar. E o pior é que não era nada "diagnosticável", porque os sintomas surgiam do nada, sem motivo aparente.

    Quando foi na Páscoa, Adriano viajando a trabalho, eu tive um mal-estar destes bem forte. Liguei pra uma amiga vir me ajudar e ela fez em mim uma aplicação de Reiki, que nada mais é do que restabelecer o equilíbrio energético da pessoa. É uma filosofia de origem japonesa.

    Deste então, fiz um tratamento de Reiki, fiz o curso, aprendi a aplicar. É interessante, porque a gente vê bem isso que vc fala aí no post: o ritmo de vida, o stress cotidiano, fazem com que nosso sistema imunológico fique em baixa e muitas doenças apareçam. O Reiki trata justamente de restabelecer seu equilíbrio energético, pra que seu próprio corpo consiga se defender dos agentes causadores de doenças.

    E não é só isso: quando vc equilibra suas energias, consegue se sentir mais leve, mais tranquilo e vc próprio acaba tendo uma postura de se estressar menos, de não se acumular de tarefas de forma excessiva, de saber a hora de parar e repousar, de sentir os sinais do seu corpo. É muito legal.

    Eu sempre fiz exercícios e tenho uma alimentação balanceada. Mas acho que estva faltando isso: olhar pra si mesmo, cuidar de si, saber a hora de parar. Coisas que a filosofia oriental aplica desde sempre. Acho que precisamos adotar nós também isso em nossa rotina, para que possamos viver melhor. :-)

    Gostei do livro. Vou anotar aqui na minha listinha de leitura, ;-).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena ler o livro sim, Andrea. Aliás, o Reiki é mencionado também nas obras de Toru Abo.

      Que bom que vc melhorou de saúde com tratamento do Reiki. E o melhor, aplicando-o também em outras pessoas.

      Excluir