23 de dez de 2012

Animê: Mahou Shoujo Madoka Magika


A princípio, parecia um animê "shoujo", onde já no título se dá o mesmo nome. Mas, história "shoujo" não é, pelo menos a meu ver. No início, até parecia ser, onde se tem o clássico cenário escolar com meninas e meninos estudando num colégio japonês de ensino médio. Aí algumas garotas descobrem que tem um talento de manipular "poderes e armas mágicas", invadindo uma dimensão desconhecida e lutando contra diversas "coisas" e "monstros pitorescos". No começo, poderia lembrar um pouco os clássicos "Sailormoon" e até "Magic Knight Rayearth" (do saudoso tempo da TV Manchete).


Mas, a semelhança para por aí. "Mahou Shoujo Madoka Magika" possui traços de luta e uma história até meio dramática. Não se engane pelos traçados "kawaii" da protagonista Madoka Kaname (a de cabelo rosa), na qual ela possui um enorme talento para ser uma Mahou Shoujo, isto é, uma guerreira mágica que combate entidades sobrenaturais de outra dimensão, cuja pode afetar a dimensão da Terra. Uma criatura chamada "Kyuubei", uma mistura de gato com um coelho (?) a orientar Madoka a utilizar tais poderes mágicos Porém, cabe a uma outra guerreira mágica, Homura Akemi (a de cabelo preto), a desvendar o mistério das "Mahou Shoujo" no mundo.

Eu, particularmente, estava achando maçante a história e não entendia quase nada do desenrolar inicial, mas depois de alguns episódios, começou a ficar mais interessante (mas a maioria dos animês são assim, no começo parece chato, mas depois fica legal. O negócio é ter paciência). Apesar das lutas mágicas envolvendo explosões e afins, o animê explora bastante o lado sentimental das guerreiras mágicas (daí a parte shoujo).

Pelo que sei, a versão em mangá e em animê fez sucesso e chegou também em atuações teatrais e versões em videogames. Por enquanto, assisti 12 episódios e não sei se haverá uma continuação futura. É esperar para ver.


9 comentários:

  1. Não costumo assistir animês, mas já cansei de ver doramas que são tão chatos no início, mas quando a gente se dá conta, está totalmente envolvido pela trama e não vê a hora de conferir o próximo episódio. Tem que ter paciência mesmo rs. E pelos traços, parece um animê shoujo.


    Aproveitando quero te desejar um Feliz Natal e um Ano Novo com muita paz, saúde, amor, sabedoria, dinheiro, viagens, mais medalhas pra encher sua estante rs. Enfim, boas festas!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Doramas também seguem mais ou menos assim, mas a vantagem é que quando você assiste um com um artista que você admira, aí fica mais fácil. Animês não tem isso.

      Feliz Natal e um próspero ano novo pra vc tbm, Cacá.

      Excluir
  2. Aee! Fechou mais um clássico. Obrigatório para adoradores de figure como nós, eu diria. =)~
    Misteriosamente eu não tenho vontade de adquirir nenhum delas. Pelo menos não dos que saíram no mercado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que iria estar interessado na Akemi, dependendo da qualidade do figure e principalmente... do preço.

      Excluir
    2. Homu Homu. É o apelido carinhoso que os otakus deram pra ela =]~

      Excluir
  3. Se for pelo figure acho que eu gostaria mais da Mami. A Madoka é kawaii, mas sei lá... Taí! Um do QB poderia ser (desde que não aqueles toscões da Liba, made in xing ling - você vai entender o que estou dizendo na próxima ida pra lá).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Mami seria legal se ela aparecesse mais no animê. A Madoka eu achei meio irritante em certos momentos. Eu teria interesse na Akemi, apesar da frieza dela.

      Excluir
    2. Ah, o povo adora a Homura-chan. Ela é cool e kawaii ao mesmo tempo. Já vi várias tirinhas hilárias dela com a calcinha da Madoka na cabeça.

      Excluir
  4. poxa, faz mto tempo q nao vejo anime...

    Passo p/ desejar um excelente ano de 2013

    Akemashite Omedetou Gozaimasu

    ResponderExcluir