9 de abr de 2016

Animê: Ro-Kyu-Bu! (Primeira Temporada)


O que podemos esperar quando um quinteto de meninas de um colégio japonês de ensino fundamental resolvem jogar basquete, mas precisam que tenham um treinador para ensiná-las e orientá-las a jogar basquete? Então, temos o animê Ro-Kyu-Bu! (RKB)

Um rapaz, chamado Subaru Hasegawa de um colégio de ensino médio, que joga basquete, quer tentar a sorte de ser um treinador de time de basquete e resolve aceitar ser o técnico dessas meninas, mas a princípio, a ideia não parecia boa; afinal, um cara treinar um time de meninas bem mais novas que ele seria algo "perturbador". Entretanto, as meninas queriam que ele fosse o técnico do time delas, e Subaru então seria o técnico delas por alguns dias até o desafio de jogo contra um time de meninos. Então, imagine o que se espera das situações entre Subaru e as meninas...


Tomoka (de cabelo curto rosa) é a mais hábil das meninas. Carinhosa e simpática, tem a convicção de querer ser uma boa jogadora de basquete, tanto que treina todos os dias na casa de Subaru nos arremessos livres. Saki (cabelo azul) é a orientadora e conselheira do time que possui uma boa visão de jogo. Seus longos cabelos devem atrapalhar a jogatina não? Maho é a "esquentadinha" da turma e pra variar, mais uma loirinha "ojousan". Airi é a mais alta da turma com alguns belos atributos adiantados pela idade que tem, porém é muito tímida e receosa de suas ações. Subaru vai ter um belo trabalho com ela... e por fim, a "caçulinha" da turma, a Hinata, jeito de criança e meiga, aparentemente, a mais fraquinha da turma.


RKB envolve mais um gênero de estilo grupo de meninas no colégio em trama cotidiano, porém com pinta de envolvimento de gênero esporte (com frustrações, garra e superação), e com uma peculiaridade; digamos... com pincelada de "ero-lolicon", especialmente envolvendo situações cômicas entre Subaru e as meninas. Por isso que poderia ser encrenca pra ele. Tanto que Subaru já conhecido no mundo dos Otakus como o "Lolicon Master".


Com isso, confirma-se de vez o ditado "As aparências enganam" no mundo dos mangás: Ao ver personagens femininas "kawaiis" não significa que é voltado ao público infantil e feminino. E Ro-Kyu-Bu! além de "ero", é estilo "lolicon", mas não chega a ser explícito na cara dura. Entretanto, é bem divertido e carismático pelas personagens. 12 episódios na primeira temporada, mais um OVA que não foi exibido na TV por motivos óbvios, tehe.













4 comentários:

  1. Tehhe, esse "por motivos óbvios" não deve ser tão óbvio assim pra todo mundo.
    O OVA tem um traço mais caprichado, não achou?
    As meninas são todas boazinhas, estilo non ecziste...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O OVA que eu peguei tava com qualidade em 720x480. Os episódios tavam em 1280x720, daí não consegui reparar.

      Assim como em Gochuumon, essas meninas de RKB são tão angelicais que realmente não existe na vida real, hahaha.

      Excluir
  2. Depois vc me explica essa da resolução...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, o arquivo de vídeo do OVA estava em 720x480, enquanto que os arquivos dos capítulos normais do 01 ao 12 estavam em 1280x720, portanto, não reparei o traço mais caprichado do OVA por isso, eu acho... :P

      Excluir