1 de jun de 2019

Filme: Mulher Maravilha (2017)


Vou direto ao assunto, já que a sinópsia você acha pesquisando na internet. O filme me pareceu que tentou adaptar a origem da Mulher Maravilha na ilha das Amazonas, da época da Mitologia Grega citando Zeus, Ares (Deus da Guerra) com suas lendas de guerras e poderes ao tempo da 2a Guerra Mundial, mesclando a guerra dos Aliados (ingleses) contra os alemães nazistas, sendo no desenrolar do filme envolvendo só o 2o. cenário com uma Mulher Maravilha ingênua e "perdidaça" nesse mundo dos homens num cenário escuro de guerra, como toda produção a la hollywoodiana faz.

Aos poucos, Diana meio que se acostuma e é envolvida pela dor da guerra envolvendo milhares de mortos, principalmente crianças e aí aparece a real "Xena, a Princesa Guerreira". Digo isso porque quem assistiu a série Xena, não tem como não lembrá-la. Aliás, Sam Reimi, o diretor de Xena, disse mesmo que Xena era inspiração de Mulher Maravilha, mas eu não imaginava tanto que eu reviveria o espírito dela na pele da nova Mulher Maravilha nesse filme de 2017. Só faltou uma "Gabrielle", a escudeira de Xena, para a Mulher Maravilha, mas aí acho que Diana poderia viver um mundo lésbico com sua parceira... (que viagem, haha). Achei curioso, mas interessante. A Atriz Gal Gadot realmente foi a melhor escolha para encarnar a garota da DC, deixando muitos "suspiros" em marmanjos e talvez alguma admiração em mulheres. Eu acho que ela é como a Scarlett Johansson (a Black Widow) da Marvel.


Enredo padrão, sem muito destaque, mas competente para padrão cinematográfico, mesmo usando um "portal do tempo" para transportar o mundo de Diana ao cenário da 2a Guerra, com belíssimos efeitos especiais, pra variar. Aliás, nem mesmo a Mulher Maravilha não escapou de ter um "par romântico" no filme, sendo que eu tive pena do cara em certos momentos para tentar corrigir algumas "gafes" de Diana no novo cenário. Talvez isso fosse os momentos de comédia, mas pra mim foram momentos de certa "vergonha", tehe.


Enfim, achei regular o filme, dá para assistir numa boa numa sessão da tarde ou da noite, pois o filme prende atenção pela ação e pela beleza da atriz no papel. Quem curte filmes de heróis, vale a pena conferir, apesar de ser meio clichê.



4 comentários:

  1. Nhummm... se vc recomenda eu vou assistir. Tava com o pé atrás por achar que é aquele velho enredo dela se apaixonar pelo cara e talz... do tipo que mesmo sem assistir eu já sei como vai ser a historia, sabe.

    Desse filme só vi o trailler e já torci o nariz: ela desvia de balas, mas um soldado consegue acertar uma coronhada nela...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo se gostou do estilo Xena de ser e pela beleza da atriz, mas vou adiantando que é clichê.

      Excluir
  2. Eu realmente ia preferir um filme com uma Gabrielle type ao invés de uma macho type

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a WW tivesse uma Gabriele em vez desse macho, seria mais interessante.

      Excluir