4 de nov de 2010

Discussões sobre Ensino à Distância

Este mês, estou participando de um curso promovido pelo Tribunal de Contas da União (TCU), via internet e estou analisando diversas opiniões sobre a questão do ensino à distância. Para quem quiser qual é o sistema que o TCU utiliza para tal serviço é o Moodle. (http://www.moodle.org.br)

Bom, mas voltando ao assunto "ensino à distância", realmente é um tema de grandes discussões e debates, analisando suas vantagens e desvantagens. Acredito que não existe um sistema "melhor", isto é, dentre o ensino presencial e o ensino à distãncia, qual deles é o melhor. Eu acredito que a união dos melhores gerenciamentos entre o ensino presencial e o ensino à distância é a grande evolução do sistema educacional. Com a tecnologia cada vez mais acessível a todos, temos que buscar novas ferramentas para a melhor busca do conhecimento e ainda, interagindo com diversas pessoas do mundo inteiro. Não esquecendo, claro, da discussão presencial. Afinal, o ser humano também precisa do calor humano de seu semelhante no mesmo ambiente físico.

Abaixo, deixo alguns trechos adaptados de opiniões das pessoas que estão participando também do curso do TCU.

por Dirce Maria Carvalho Vernier
"Acredito que qualquer ser vivo seja resistente ao meio, ao seu habitat, é um modo de sobrevivência em última instância. Os seres humanos não são diferentes: acomodam-se à rotina, ao ambiente, aos amigos e conhecidos, aos objetos, etc, enfim criam um "ninho" ao qual se adaptam e, para mudá-lo, requer muita energia. Porém, nós nos diferenciamos dos demais seres vivos, principalmente pela nossa capacidade de refletir sobre a nossa própria existência (ou resistência). Portanto, acredito que a resistência seja maior ou menor, proporcionalmente, o quanto a mudança afeta a nossa existência numa dada situação. Para que superemos, ter um bom diálogo que conduza a uma reflexão, acredito que seja a melhor forma de "quebrarmos" as nossas próprias resistências e a dos demais.

A primeira idéia da diferença entre educação presencial e à distância que vem à cabeça é a ausência física do professor e da sala de aula. Parece que não conseguiremos expressar nossas dúvidas, que haverá maior dificuldade na aprendizagem. Mas quando começamos a praticar, vemos que o ensino é tão adequado quanto em sala de aula. Aliás, o ponto positivo é que temos o nosso tempo de aprendizagem controlado por nós mesmo, com mais ou menos tempo, no horário disponível, revendo quantas vezes forem necessário, enfim, nos adequando. Isso facilita em muito a "quebrar" resistências e ajuda em muito a expor nossas idéias e/ou dúvidas com mais clareza. O ensino à distância é um excelente exercício do estudo autodidata, do planejamento do tempo e da linguagem escrita! Fora isto, permite que tenhamos contato com pessoas do país inteiro.

E sem dúvida alguma, a tecnologia da informação veio para ficar e se incorporar cada mais no ensino e isto influenciará em muito a educação formal como conhecemos atualmente. Talvez em breve, não haverá mais cadernos e livros, como conhecemos hoje. O notebook e a lousa interativa já realidade em muitos locais de ensino. Ela permite a acessibilidade a todos a qualquer momento e local, desde que exista os meios e instrumentos necessários, e, para isso, ainda precisamos superar muitos desníveis sociais existentes. Mas com todo esse potencial, ainda acredito que por bons anos e em determinadas circunstâncias as aulas presenciais ainda continuarão a existir (laboratórios, testes, técnicas práticas, etc), pois existem situações em que o aprendizado ocorre vendo como se faz e fazendo. Isto mesmo sabendo que hoje já exista a possibilidade de fazer uma cirurgia remotamente. Esse é nosso tempo! Um tempo de transição e cheio de contradições e deslumbramentos!".

por Érica Barbosa Gomes
"Se pararmos para observar a vida em sociedade, percebemos que toda ela é regida por um fio invisível, o fio da rotina, das obrigações, da sistematização. A verdade é que a sociedade exige a padronização de um ser social. Crescemos já pensando em que profissão iremos escolher para seguir, entramos na faculdade nela aprendemos as atribuições, as privações, código de étic etc, agora imaginem se nos tiram todas esses instrumentos teóricos e reinventam a profissão? Mudanças são ótimas, correto, mas depende onde irão mudar, para que, e por que.

Em relação ao ensino a distância, sou totalmente a favor, apesar de sofremos muito e continuamos sofrendo, por conta dos preconceitos existentes. É correto afirmar que nem todos têm condições financeiras para bancar uma faculdade presencial particular e quando a as Federais, Estaduais, todas as opções são fora dos vários municípios, aí vem os gastos com aluguel de casa, transporte coletivo, alimentação, sem contar os fatores negativos que afetam o psicológico por conta do afastamento precoce dos familiares".

por Estela dos Santos Pacheco Moraes
"Na educação presencial, temos um professor a frente ditando os textos e explicando-os, com alguns dando abertura para os alunos tirarem sua dúvida. Vemos a reação de cada pessoa a receber novas informações.

Na educação à distância, temos uma aula em que o aluno têm que disciplinar, para desenvolver suas tarefas, e interagir com a turma, agregando seus conhecimentos com os tutores, monitores e colegas de equipe.

As vantagens do ensino a distância é a flexibilidade de acesso, na qual o individuo pode se programar da melhor forma, aliando seu tempo".

por Eliel Gabriel de Oliveira
"Quanto ao modelo de educação, presencial ou a distância, vejo esse segundo modelo como uma alternativa viável e muito bom, porque, para muitos que, na ocasião própria, não tiveram oportunidade de sentar-se no banco de uma escola, faculdade ou universidade por inumeros motivos, mas principalmente por questões da politica social que os privava da condição financeira que se requeria e impossibilitavam que se procurassem a satisfação desse anseio que até então só existiam nos grandes centros urbanos. Acho que a educação à distância veio para reparar essa brecha. Como realizar um curso desse, se moro a 1250 km de distância da sede local, se não houvesse essa alternativa, com certeza, jamais o realizaria".

E o conhecimento adquirido mediante as aulas "on line" e ainda contando com a colaboração de outros colegas que podem partilharem suas experiencias alcançadas fazem desse modelo de ensino uma ferramenta excelente para aqueles que buscam crescerem profissionalmente e não dispõem do tempo necessário para cumprirem uma grade curricular dos modelos ensinos regulares."

2 comentários:

  1. Está se preparando para algum concurso do TCU?
    Já pensei em fazer curso online, mas tinha hora marcada para assistir ao invés de ser um vídeo gravado. Isso nos desanimou.

    ResponderExcluir
  2. O curso do TCU é uma complementação de conhecimentos da área de Prestação e Convênios ligado à área pública. Não é ligado à preparação de concurso púnlico.

    O curso à distância deles não é por vídeo-conferência. O material fica disponível aos alunos no site, e isso é bom, pois aí o aluno pode acompanhar as aulas no horário em que estiver disponível.

    ResponderExcluir