19 de ago de 2012

O Caso Polêmico de Julian Assange (Opinião)

Todo mundo deve estar careca de saber do caso do fundador do site Wikileaks, onde ele está sendo acusado de diversos crimes, entre eles, da divulgação de documentos secretos de entidades governamentais e de assédio sexual. A Suécia, oficialmente, quer sua extradição para julgá-lo e condená-lo "apenas" pelo crime de assédio, mas ao meu ver (minha opinião), também está interessada em condená-lo por crimes de espionagem e divulgação de documentos secretos.


Julian Assange ganhou muito apoio de diversas comunidades e também do grupo "Anonymous", por seus atos de publicação de tais documentos. Afinal, se os Governos não têm capacidade de guardar a sete chaves, documentos sigilosos, não são competentes em termos de segurança. É o que afirmam muitos simpatizantes. Além disso, tal divulgação serve também para "desmascar" governistas que afirmavam antes em público, fatos diferentes dos que estavam nesses documentos, ou então, escondiam do público acontecimentos importantes. Outros afirmavam o quanto tais governos não eram transparentes em seus atos, mascarando a realidade.

Se o fundador do Wikileaks cometeu algum crime, acredito que ele deve ser julgado conforme se tem as devidas provas, mas condená-lo apenas por crime de assédio e sofrer punição como criminoso contra a humanidade, aí os Governos devem ser bem claros quanto a posição de Justiça. Não é a prisão perpétua de Julian que vai acabar com os vazamentos de documentos. Muito pelo contrário. Existem diversos grupos que atuam ao lado do Wikileaks (até concorrentes) para conseguir o máximo de informações. Seria roubo de informações? Pode até ser, mas num mundo globalizado e conectado praticamente sem fronteiras, é difícil ainda aceitar sigilos e segredos. A política da transparência está sendo vigorada cada vez mais, e é importante que a sociedade possa acompanhar os passos de cada governo, assim, podendo fiscalizar melhor e combater a corrupção que ainda assola nesse mundo. Se um governo insiste em guardar a 7 chaves quase todos os documentos e revelar apenas uns 10% dele, grupos como Anonymous ficam cada vez mais atiçados em tentar burlar criptografias e hackear servidores dos Governos.

Acredito que a mentalidade de hoje é muito diferente de anos atrás. Com o desenvolvimento da tecnologia, informações chegam aos montes a cada usuário conectado à rede mundial de computadores, seja num desktop ou  num smartphone. Mas, o exagero também deve ser controlado para não invadir a privacidade e a intimidade das pessoas: para tudo deve existir um equilíbrio. Transparência, sim, mas apenas no ponto onde realmente interessa a toda a Nação, não extrapolando para a vida pessoal.

4 comentários:

  1. Eu acho que não vai demorar muito para termos a primeira Guerra Cibernética... XD
    (já que hj eu to viajando na maionese)
    Hoje em dia existe um verdadeiro mundo paralelo de informações na rede, então é de se esperar... Muita coisa que temos e usamos atualmente, que antes era físico, hoje temos versão digital... E é impressionante como por mais sigilosa e crítica que seja uma informação, os caras põem na rede... XD Não sei dizer o que é mais fácil proteger, hj em dia... XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu digo que a deflagração da 3a Guerra Mundial se dará principalmente pela internet e suas informações. A guerra recente entre os Annonymous e os Governos é apenas um aperitivo do aperitivo.

      Se o assunto seja lá que for deve ser secreto para não deflagrar o caos, então não se põe nada na rede! Sim, concordo contigo, Adri.

      Excluir
  2. Quando eles querem difamar alguém sempre apelam para os crimes sexuais. A população engole tudo que aparece na mídia, fazer o quê...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muita informação que há na internet, e muito disso contém "inverdades". É preciso mesmo saber filtrar essa maré de informações, inclusive o da Wikileaks.

      Excluir