31 de mai de 2013

Animê: Asutarotte no Omochá


Para encerrar o mês de maio, escrevo uma breve opinião do animê "Asutarotte no Omochá" (ou "Lotte no Omochá").


Conta a trama da garotinha sucubus chamada Lotte, na qual é uma princesa de um reinado numa dimensão diferente da dos humanos. Para quem não sabe, sucubus é uma "raça" feminina lendária, tipo um demônio feminino, que suga a energia vital dos homens através de ato sexual para se manterem belas e sedutoras (me lembrou a Morrigan, de Darkstalker). Mas no caso do animê, Lotte não tem nada disso, apenas a forma de uma sucubus. Seu reino precisava de um rapaz que seria utilizado para tentar fortalecer as energias de Lotte, e o rapaz escolhido chama-se Naoya, trazido do mundo dos homens. Mas, como Lotte ainda era imatura, o reinado deixou Naoya como um governante para a princesa até chegar o dia. A partir daí, surgem novos personagens, como a filha de Naoya, Asuha e a mãe de Lotte, Mercelida.

 A história é bobinha, mas os personagens são carismáticos. Destaque para Naoya (rapaz ingênuo, mas de coração puro) e Asuha (uma garotinha muito meiga e simpática). Apesar de aparentemente ter uma temática meio infantil pelos traçados, Lotte no Omochá contém várias cenas eróticas, mas misturadas com momentos de comédia. E também, é outro animê que o expectador deve ter uma mente mais maleável, pois envolve algumas situações polêmicas. Não vou dizer aqui quais são elas; é melhor assistir e analisar o contexto.


Enfim, apesar de aparentar um animê para crianças, Lotte no Omochá não tem nada de infantil e não é recomendável para menores, como a maioria dos animês que têm aparecido. Se o expectador não ligar da história boba e das situações meio constrangedoras, Lotte no Omochá diverte.

3 comentários:

  1. Então esse não deve ter sido exibido no horário para crianças.

    Nunca vi figure da Effie e Asuha. Desperdício...

    Você podia estabelecer uma nota de 1 a 10 para os programas que assiste. Fica mais fácil de saber se você gostou ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu até fazia um "ranking" antigamente, mas acabei esquecendo de continuar. Nas próximas análises de qualquer assunto, farei.

      Excluir
    2. Well, dando uma nota em geral, numa escala de 0 a 10, eu daria 7.

      Lembrando que essa é minha opinião pessoal, hehehe.

      Excluir