5 de mai de 2013

O cavalheirismo é nocivo às mulheres??


Estava navegando no site da UOL e me deparei com uma reportagem de um blog de uma psicanalista, a Regina Navarro Lins, discutindo que o cavalheirismo é nocivo às mulheres. E, claro, choveu centenas de críticas de leitores sobre tal reportagem. E, claro, muitos comentaristas, como de costume, só leram o título e "detonaram" essa blogueira, ou então, foram com "Maria vai com as outras", no caso às críticas.

Segue um trecho da reportagem: "A questão da semana é o caso de uma mulher tratada como um ser inferior pelo namorado. É possível perceber o cavalheirismo dele enaltecido por ela como algo positivo. Mas o cavalheirismo é péssimo para as mulheres. Gentileza, ao contrário, é ótimo! Homens e mulheres podem e devem ser gentis uns com os outros. Cavalheirismo é outra coisa. Traz, de forma subliminar, a ideia de que a mulher é frágil e necessita do homem para protegê-la, até nas coisas mais simples como abrir uma porta."

Bom, no trecho acima, ela diz que gentileza e cavalheirismo são completamente diferentes, onde o homem deve ser gentil com as mulheres, mas não ser cavalheiro, dando a impressão de comportamento de machismo, ou seja, para a autora, cavalheirismo e machismo é a mesma coisa, apenas com uma diferença de que o cavalheirismo é uma camuflagem do machismo.


Eu acredito que a autora foi infeliz nessa reportagem, pois, na minha opinião, cavalheirismo e machismo são atitudes diferentes. O cavalheirismo é, acima de tudo, respeito com as mulheres e não uma aparente gentileza com conotação de mulher frágil. A palavra "cavalheirismo", para mim, é quase um sinônimo de gentileza. O que ela talvez quis dizer é que a sociedade atual, está começando a ficar preocupada com atitudes de machismo da era moderna, e que os homens ainda querem ter domínio sobre as mulheres, como em épocas antigas, mas com outras formas de dominação. Aí entra o falso cavalheirismo, onde o homem, aparentemente, quer agradar a mulher, mas sem se expor de atitudes machistas explícitas. Afinal, a sociedade cotidiana já tem uma nova evolução de pensamento, onde as mulheres ganharam seus espaços numa sociedade que era dominado pelos homens até pouco tempo atrás (nenhuma mulher quer se lembrar da submissão dos homens como antigamente, né?). A mulher não podia trabalhar fora, não podia votar, tinha que se submeter às ordens do marido pois era ele quem sustentava a família, etc...

Como os tempos mudam, as atitudes em geral também mudam. A mulher, hoje, é tratada de forma mais igualitária que antigamente, apesar de que ainda está longe do ideal. Mas, creio que já houve uma evolução de atitudes. É, claro, muitos homens, ainda tem aquele sentimento de "posse" sobre as mulheres e, como a sociedade mudou, esses homens, para não serem linchados pela sociedade, mantém um falso cavalheirismo, camuflando com atitudes aparentemente de gentileza, como, abrir a porta para sua mulher, deixar ela sentar primeiro numa poltrona e assim vai. Assim, o homem vai tentando dominar sua mulher com atitudes "aparentemente gentis".

O que eu acho é que as mulheres devem é conhecer muito bem seus parceiros, pois, gentileza demais, o "santo" desconfia, rsrs. Brincadeiras a parte, a mulher precisa saber distinguir quando seu parceiro está sendo gentil de verdade ou quando ele está sendo "cavalheiro" com segundas intenções. Eu sempre ouvi falar das mulheres que o cavalheirismo é uma atitude positiva dos homens em respeitar as mulheres, e não uma forma de machismo. Sim, devemos tratar os homens e as mulheres de forma igual, perante em termos de competência e atitude de cada um. Mas, até que a evolução atinga de forma igual fisicamente, hoje, ainda a mulher tem limitação física perante os homens. Mas, apenas física. O homem, fisicamente, ainda é mais forte que a mulher e alguns trabalhos braçais, exigem essa força. Mas, não é por causa disso que a mulher é inferior que o homem. Muito pelo contrário. Numa família, o papel de mãe é muito importante na educação de seus filhos, pois, psicologicamente, a mulher é mais compreensível e tem uma maior sensibilidade de atitudes das pessoas, ainda mais de seus filhos. Trabalho e educação, envolvendo principalmente crianças e adolescentes, normalmente, é a mulher quem mais orienta-nas. Vide em escolas de ensino fundamental, afinal, grande maioria são professoras que tutoriam as crianças. É claro que há exceções, mas em geral, é o que vemos atualmente na sociedade.

Eu sempre fui educado pela minha mãe dizendo que nós (os homens) devemos ter cavalheirismo pelas mulheres. E esse cavalheirismo significa respeito e consideração verdadeira perante elas. E não somente pelas parceiras. Os homens devem ter cavalheirismo à mãe, às avós, às tias, às primas... e isso não significa machismo camuflado não, como diz a blogueira. É claro que sempre existem homens com segundas intenções, como tinha dito antes, e isso é outra história; e eu chamo essa atitude de machismo e não de cavalheirismo.

O cavalheirismo é atitude de respeito, de romantismo e de consideração às mulheres, sejam elas companheiras, mães, tias, avós, amigas... O que a mulher moderna precisa é ficar esperta, pois sempre irão existir machistas camuflados nesta sociedade atual e ela precisa conhecer muito bem a atitude de seu parceiro para não cair em uma armadilha futura.

6 comentários:

  1. Precisamos detectar o q é sincero e o q é demasiado com outras intenções. Mas sinceramente, acho q educação nunca é demais. Pelo menos no trampo, a ala masculina sempre cede para q a gente possa entrar/sair primeiro no elevador. Well, tem lá suas exceções como sempre...rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceridade, simples assim. O resto vem naturalmente.

      Excluir
  2. Essa blogueira deve ser uma pessoa muito complicada para lançar um assunto desses. Eu não sei nem o que comentar. Pra mim as definições são claras e falsidade existe em todo lugar.
    Ái, deu até estafa mental agora, hahaha.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O loco, estafa mental? Longe disso, hehe.

      Excluir
  3. Voltei das cinzas e já me deparei com um post sobre um assunto que eu gostava de abordar, mas acho que vc já escreveu tão bem que eu nem tenho muito o que dizer... XD

    Cavalheirismo pra mim sempre foi um grande diferencial e um fator que faz chamar mais atenção do que os demais... Eu, apesar de hj em dia ser meio prática, ainda tenho um lado romântico que aprecia o cavalheirismo... De qualquer maneira, o que acho mais importante, tanto no homem quanto na mulher, é o respeito mútuo... É entender que homens e mulheres são diferentes mas ninguém superior à ninguém.

    Bem, o outros posts vou lendo com calma... XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respeito mútuo e sinceridade. Dois fatores primordiais para qualquer relacionamento. =)

      Excluir