14 de fev de 2014

Flappy Bird, a nova sensação dos games? (Esse mundo está perdido)


Eu devia já estar acostumado com as tamanhas baboseiras que o mundo atual vangloriza, vide "Gangnam Style", "Harlem Shake", "Justin Bieber" e "Miley Cyrus".

Agora, um simples game de smartphone, simplesmente, está bombando pela mídia e pelas redes sociais. E não é "Angry Birds" e sim "Flappy Bird" (coincidentemente, tem que ter passarinhos).

Todo mundo só falava de "Flappy Bird" e vi muitas jogatinas das pessoas no YouTube comentando e jogando esse game. "Meu Deus!! Sério?" O game é ridículo. O visual retrô nem tanto, mas a mecânica do jogo é a mais simples de todas: basta tocar na tela para o passarinho (que mais parece um "Opa-Opa", de Fantasy Zone, sem as pernas) que ele vai subindo. O jogador tem que controlá-lo para passar entre os canos de "Super Mario World", pois se encostar neles, "Game Over" e aí tem que começar tudo de novo.

Baixei o game e o joguei por alguns instantes. Que jogo mais irritante. Não sei se minha destreza é péssima ou não, mas dava "game over" logo nos três primeiros canos. E como as pessoas dizem que esse game é viciante? Para mim, tava mais para irritação mesmo. Este vídeo pode mostrar um sentimento semelhante que tive...

E ao contrário que muitos disseram que Flappy Bird consumiu boa parte das horas das pessoas, eu nem consegui ficar 3 minutos jogando isso.

Poxa, bem que o viral poderia ser pelo menos um game de bolso de bem mais qualidade, como "Asphalt 8" ou mesmo games mais simples como "Plants vs Zombies" ou o grande "Clash of Clans" (este sim, é bom e viciante). "Candy Crush" não conta ok? ;) Aliás, até Candy Crush é bem melhor que Flappy Bird.

O criador do game alegou falta de privacidade e mudança drástica na vida pessoal dele, por isso tirou o game oficial da AppStore e do GooglePlay, mas nada impede que clones agora estejam invadindo o mercado para substituir Flappy Bird.

Por causa da retirada do game nas "stores", os "espertinhos" e os "engraçadinhos" estão vendendo celulares e tablets com o game pre-instalado por meros 4.000 ou 6.000 reais... ou mesmo 50.000 reais no Mercado Livre. Acho que isso é piada mesmo. Será mesmo tem quem compre?

O que eu espero, como todo outro aplicativo viral, é que esse game vá ser enjoativo com o tempo e o povo deixe-o de lado, como foi com "Draw Something" e "SongPop". Aos fãs de Flappy Bird, peço desculpas pela minha opinião, mas eu não aguentava mais essa mídia mencionando toda hora um game que não merecia tanta repercussão.



2 comentários:

  1. Po, você não aguenta mais e está colaborando para disseminar essa praga com post, haha.
    Eu também estou de saco cheio. Vou voltar para os meus emuladores que ganho mais.

    ResponderExcluir
  2. Desabafo, meu caro Watson, desabafo.

    ResponderExcluir