5 de nov de 2015

O Exterminador do Futuro - Gênesis


O filme se perdeu, minou seu foco e virou uma "mistureba" confusa na sua estória. Pronto, já disse o que senti desse filme.

Olha, vou ser sincero, os produtores do filme mancharam de vez uma franquia que poderia ter parado pelo menos no terceiro filme, que por sinal, não foi grande coisa, mas não foi horrível como este último filme. Nem vou contar a estória porque todo mundo já está careca de saber da trama dos Exterminadores com a Skynet, Sarah Connor e seu filho. Nem mesmo a aparição de Arnold Schwarzenegger, já mais velho, claro, consegue melhorar o filme; aliás, sem ele, acho que ficaria um desastre.

O filme nada mais é do que uma tentativa de continuação, ou mesmo, na cronologia do filme, uma mescla do primeiro ao terceiro filme, fazendo os personagens viajarem no tempo mais vezes, alterando toda a linha da estória do filme, fazendo uma linha alternativa. E por causa disso, eu achei que a trama da saga de "Terminator" ficou toda bagunçada e confusa. Ah, claro, não podia faltar as clássicas cenas de "marmeladas" "facepalm" nas cenas de ação.  Eu acabei dando aquelas "risadas" sarcásticas nesse momentos, hahahaha. :P . Ah, como esse é o quinto filme da saga, então espere ainda as mesmas frases como "come if you want to live"e "i will be back". Pelo menos não ouvi "hasta la vista, baby", mas se tiver, me avisem porque eu acho que passei batido. E como quinto filme, já está batido as cenas clássicas de tiros de escopetas, metralhadoras e armas afins nos T-1000 da vida (aqueles que se formam como metal líquido), além da mesma continuação da ameaça da Skynet, que não mudou desde o segundo filme.


Até que conseguiram achar uma atriz "gatinha" jovem bem parecida com a antiga atriz que fazia a Sarah Connor nos dois primeiros filmes, e isso foi um quesito positivo até. Os efeitos especiais são perfeitos, o som é ótimo; aliás a parte técnica continua ótima com qualidade (se bem que para um filme hollywoodiano, isso já é obrigatório). Destaque para aparição de um Arnold Schwarzenegger mais jovem lutando contra ele mesmo atual. Porém o elogio acaba aqui.

Alías, por que Hollywood e outras companhias de entretenimento insistem em querer fazer sequências ou "remakes" de sucessos de décadas passadas? Será que não poderiam criar uma nova estória sem se basear nos filmes mais antigos? Pra mim, a saga de "Terminator" podia ter parado antes sem se comprometer com continuações em filmes, pois do contrário, acaba "afundando" a imagem da saga, coisa que infelizmente está acontecendo com "Terminator".



Tal saga teve até agora 5 filmes, nem me lembro direito do terceiro e do quarto filme, mas sei que eram ruins também, mas esse último, se não for igual aos dois anteriores, pode ser considerado o pior de todos. O diretor quis colocar o Arnold Schwarzenegger de volta pra clamar a franquia ao glamour, mas na minha opinião, o filme foi ruim a ponto de enterrar a saga.



2 comentários:

  1. Hahaha! Você está pedindo criatividade em hollywood? Difícil hein.
    Um exterminador oriental. Só pela foto já mostra que é cópia do antigo.
    Ta complicado achar algo para assistir de filmes...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pelo menos curti a atriz que fez a Sarah Connor, pela beleza dela tehehe.

      Excluir