15 de dez de 2015

Game: Dynasty Warrior 8 Xtreme Legends (Sangoku Musou 7) - (PC/ Playstation 3/ X-box 360)


Este game é de uma saga clássica desde a época de Playstation 2; "Sangoku Musou" ou "Dynasty Warrior" (no ocidente), basicamente conta estórias de vários personagens de guerra da época da Dinastia Ming, onde cada personagem pertence a vários clãs chineses de guerras. O esquema do game é selecionar um dos vários personagens a escolher e enfrentar batalhas contra o clã inimigo num cenário determinado durante as estórias.


O jogo é estilo "Hack 'n' Slash", que é um estilo "Beat en' Up", mas com alguma arma branca;  "golpeia" dezenas de inimigos com alguma espada ou algo do gênero. Seu personagem é sempre o "fodão" em guerra, com diversos tipos de golpes, especiais e até direito a magias com combos e mais combos e essa é a parte divertida em se jogar Dynasty Warrior; poder destroçar dezenas de inimigos de uma só vez com um super golpe especial e depois pegar todos os itens deixados. Mas também tem uma pinta de RPG, com esquema de subir níveis dos personagens, das suas armas e aquisição de novos "power ups".





Graficamente falando, o jogo é bonito, com personagens "esbeltos" e "boa pinta". As poucas mulheres que aparecem no game são bem atraentes, tanto que são as minhas favoritas para jogar em modo que não seja "story", porém, confesso que os personagens masculinos, na maioria das vezes, são mais eficientes em encaixar combos e fluidez nos golpes (é o que foi a minha impressão).  A trilha sonora é empolgante e já me serviu algumas músicas para malhar em modo "extended". As falas (em inglês) batem com as leituras labiais de cada personagem em cada "cutscene", o que imagino que no original em japonês deva ser assim também. Uma pena que precisa de uma DLC para baixar a versão em japonês (versão Steam)... -_- Dificuldade não há muito se for jogar no modo "easy" ou "normal" (o "beginner" é desleal a ponto do inimigo nem te atacar, bastando alguns poucos golpes para acabar com os chefes). Talvez o problema mesmo é realizar os objetivos onde você não pode deixar seu aliado morrer ou afins, mas seu personagem está longe de seu aliado e terá que percorrer um bom trecho do mapa até tentar chegar onde está seu companheiro.








O game é divertido para quem curte um bom "beat en' Up", entretanto as fases são meio repetitivas e tentar jogar para zerar com todos os clãs da Dinastia pode se tornar um pouco cansativo pela repetição de esquemas, mesmo variando personagens. Outro ponto negativo é que em vários momentos, os inimigos aparecem do nada, podendo ser falha de processamento ou mesmo um "bug" mesmo do jogo. Conforme vai avançando no modo "story", tais fases vão sendo desbloqueadas para se jogar em outros modos diferentes, como na "arena", onde você deve derrotar tantos inimigos num determinado tempo. Para quem jogou as versões anteriores, Dynasty Warriors 8 segue o mesmo esquema, apenas agora acrescentando novos personagens e histórias mais abrangentes. Recomendado para quem curte o gênero.









2 comentários:

  1. Os gráficos parecem melhores do que eu imaginava.
    Francamente não é um estilo que me atrai, mas eu preciso jogar antes de poder falar né.
    Então quer dizer que ele é fácil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estilo realista sem kawaiices, tehehe. Mas vale pela diversão do Hack and Slash e jogar com as mulheres.

      Eu não joguei ainda no modo hard, mas tem níveis mais difíceis ainda. A princípio, modo normal pra baixo são bem tranquilos.

      Excluir