2 de set de 2010

J-Dorama (V) : Code blue (コード・ブルー)

Estórias sobre o cotidiano de residentes médicos em um pronto-socorro têm surgido cada vez mais, depois dos sucessos dos primeiros seriados do gênero, como "E.R." e "Chicago Hope". Até versões sitcoms como "Scrubs" têm ganho simpatia de público. Então, já sabem que este Dorama já tem essa atmosfera...



Além do ambiente hospitalar, a série conta a estória de 5 residentes (4 médicos e 1 enfermeira) em que são requisitados a atenderem diversos chamados ambulatoriais, com um detalhe: o transporte é num helicóptero chamado “Doctor Heli”, que é de propriedade do hospital e está sempre a disposição dos plantonistas. Cada residente possui um “walk-talk” para atender tais chamados que envolvem o transporte dos pacientes através desse helicóptero. E cada um tenta trabalhar da melhor forma possível para sempre ser o mais requisitado a ser chamado para embarcar no helicóptero junto da equipe médica responsável.

A série também conta os desafios, os erros e as superações dos protagonistas em cada caso. Os roteiristas tentam enfocar suas expressões nos momentos de decisões difíceis e de trabalho contra o tempo. O principal protagonista, chamado Aizawa Kosaku, sempre está focado no trabalho, não dá um sorriso sequer e sempre prefere almoçar sozinho, mas aparece sempre com aquele estilo de “cara galã bonzão” (curiosidade: o ator também é cantor e no vídeo [link] encarna o tipo). Mas eu bem que prefiro mesmo é ver a protagonista (Shiraishi Megumi – na 1a. foto, à direita), por motivos óbvios, claro. ^_^



Code Blue foi aclamado com o melhor diretor na 58th Television Drama Academy Awards do ano de 2009 e com o melhor drama na 64th Television Drama Academy Awards do ano de 2010 no Japão. Sua música-tema principal é da banda Mr. Children que se chama “Hanabi”, que fora muito escutada no Japão.

Bom, já deu para notar que o dorama é drama mesmo e tem uma conotação meio forte, pois mostra cada momento de resgate, operação/cirurgia, dramatização, decisões difíceis e até de agonia. Para quem não suporta ver cenas com sangue e operações improvisadas no meio da rua, é melhor passar longe de “Code Blue”. Já para quem curtiu E.R. e curte um dos seriados do momento ("House"), vale a pena dar uma expiada. Eu curti bastante a série, mesmo não sendo fã do gênero “Plantão Médico”, nem de drama.

Code Blue possui 2 temporadas de 11 capítulos cada, mais um especial intercalado entre a 1a e a 2a temporada.

6 comentários:

  1. Yoo! Que bom que seus gashapons estão vendendo.

    Ah, pensei em mostrar esse dorama pra Chise, mas ela não gosta de cenas fortes.

    ResponderExcluir
  2. Minha mãe até estava assistindo também, mas chegou a um certo ponto que ela não estava aguentando com cenas dramáticas e "de chorar".

    ResponderExcluir
  3. Putz! Eu ia morrer. Sou muito fraco pra dramas, acho que você já sabia disso.

    ResponderExcluir
  4. É, eu tb não curto muito seriados médicos, embora não me importe com cenas de fortes emoções...
    Mas depende muito do momento...
    Ainda to empacada pra baixar séries que vc sugeriu há tempos atrás... XD

    ResponderExcluir
  5. @Kodi Mas o Dorama é bom. Foi bem envolvente e pode ser que tenha alguma continuação, o que seria legal.

    @Adriane Esse dorama pode colocar na sua lista ^^

    ResponderExcluir
  6. Até o Brasil embarcou nessa com o seriado da Dra. Cris. KKKKK! Não me recordo o nome. Abraços! Muito legal as dicas!

    ResponderExcluir