31 de jul de 2017

Game: Shantae Risky's Revenge Director's Cut (Steam / PSN / iOS)


Esse é um game estilo plataforma que foi lançado em diversas plataformas, mas a que joguei foi na versão PC através da Steam. Aqui você controla uma "odalisca" chamada Shantae que precisa recuperar uma lâmpada mágica roubada pela sua inimiga Risky e achar as "relíquias mágicas" espalhadas no mapa do jogo. Shantae possui em seu cabelo, uma espécie de "chicote" que usa-o contra os diversos inimigos e estes, derrotados, "dropam" jóias que servem de moeda para comprar poções de life, magia e armas mágicas na loja da cidade. Mas o maior trunfo do poder de Shantae está em se transformar em animais ou criaturas mitológicas (sereia por exemplo) para alcançar fases onde sua forma humana não atingiria, mas para isso, também precisa encontrar as fontes-chafarizes que invocam os poderes da Deusa para que Shantae tenha esses poderes. Para acionar os poderes de transformação, basta acionar o botão de dança de Shantae e de acordo com sua pose na hora exata, ela pode se transformar em macaco (para escalar e alcançar lugares mais altos), em elefante (para derrubar pedras) ou em sereia (para poder nadar em águas mais profundas).

O legal desse game é que não é um simples jogo de plataforma linear, pois o jogador pode (e deve) ir e voltar quantas vezes quiser nas fases para acumular jóias, receber itens essenciais em cada canto de várias fases e voltar nas mesmas fases para alcançar os lugares antes inacessíveis, mas tudo sem se perder muito, pois os amigos de Shantae, espalhados também no mapa, dão dicas necessárias de como prosseguir o jogo naquele momento, além de poder liberar uns "totens-portais" para chegar automaticamente nos pontos mais estratégicos de cada setor já liberados anteriormente, evitando ficar correndo as fases inteiras. Com isso, o jogo tem um certo "quê" de RPG, com barra de "HP" e "MP", mas sem precisar aumentar níveis a cada batalha, aliás, você só aumenta a barra de corações se conseguir pegar os tesouros secretos bem escondidos no mapa. E não pense que é rápido zerar o game: eu só consegui zerar a primeira vez em torno de 8 horas porque eu fiquei empacado em vários trechos do jogo, como em qualquer outro RPG do estilo.


Shantae Risky's Revenge Director's Cut possui gráficos do estilo 16 bits "melhorado", mas com cutscenes em forma de cartoon estático que quase lembra traço de mangá, apesar de não ser feito por japoneses. Os personagens são estilo "nendoroid", isto é, bonequinhos com cabeça grande e corpo pequeno e isso é cativante para o público em geral. O som é bom, com algumas vozes para Shantae no jogo durante os ataques, pulos e quedas de precipício e suas músicas são competentes ambientadas bem para cada cenário. O jogo em si não é difícil, mas exige paciência para conseguir todos os poderes e itens para Shantae e assim terminar o jogo de forma mais tranquila. Por isso, ir e vir muitas vezes nas mesmas fases pode cansar um pouco. Mas o maior ponto forte está na diversão, pois o game é simples com comandos de atacar, pular, usar magias e transformar sem muitas complicações. Sua jogabilidade é ótima, o que deixa o game bem fluido.


Depois que jogar por um certo tempo, você se simpatiza com o bonequinho de Shantae no jogo com suas caretas e danças. Ter uma "odalisca" como ela seria legal, tehehe. Comprei em promoção na época e valeu cada centavo que investi nesse jogo, mesmo o jogo não sendo tão atual. A versão para Steam saiu em 2014 e tem outros games da série Shantae que pretendo adquirir futuramente, de preferência, numa promoção, claro.






3 comentários:

  1. Queria experimentar, mas se é estilo zelda eu passo... rpg que trava ou não sobe de nivel derrotando inimigos não é do meu gosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passa longe de ser estilo Zelda de travar. Você até pode ficar travadinho, mas é bem intuitivo e mais fácil. O jogo é estilo plataforma e não RPG, sendo que elemento RPG nele é apenas para coletar magias e itens especiais durante a jogatina.

      Excluir
    2. Atá, menos mal.

      Excluir