11 de set de 2018

Animê: Umá Musumê - Pretty Derby


Há milhares de anos atrás, junto da raça humana, já havia também uma raça de "umá-musumês" (tipo "meninas-éguas"), mas com total personalidade da raça humana feminina. E até os dias de hoje, humanos e umá-musumês convivem juntos e ao invés de hipódromos com cavalos comuns, no lugar participam as umá-musumês em competições semelhantes as de corrida de cavalos. As melhores umá-musumês são convidadas a competir em campeonatos nacionais em todo o Japão, com treinamento específico em corridas e estudos. Elas usam um tipo de "tênis-ferradura" para dar mais aderência nas corridas.

Dentre elas, a protagonista, que se chama "Special Week", tem o sonho de ser a melhor em todo o Japão. Ela resolve sair de sua terra natal em Hokkaido para estudar e treinar numa escola "hípica-atletismo" ao lado de várias colegas, dentre elas, a companheira e sua ídola "Silence Suzuka", que é uma das atuais campeãs de várias competições. A partir daí, "Spe-chan" vai tendo uma vida de treinos, convívios e desafios em busca de seu objetivo.


 Mesmo depois de cada competição com as vencedoras fazerem um tipo de show de "Idol Girls", como em Love Live, para dar uma incrementada, Umá-Musumê tem uma estória regular e meio manjada, não empolgando em seu enredo. Mesmo as personagens (talvez inspiradas em "My Little Pony: Equestria Girls") não me chamaram muita atenção, pois há muitas "umá-musumês" para poucos episódios (13 no total). Mesmo a Spe-chan e a Suzuka-chan não me impressionaram muito, parecendo muito outras personagens de outros animês, com uma estória manjada envolvendo progresso, sofrimento e luta da Spe-chan até chegar ao seu sonho de ser uma das melhores. Faltou alguma coisa nelas que não me prendeu atenção.


Enfim, Umá-Musumê não achei muito bom, na minha opinião. Talvez eu já tenha me saturado um pouco dessa fórmula batida, apesar dos produtores tentarem inovar com as "equestria girls" versão animê. Se curte animês com personagens femininos, talvez valha uma conferência.






4 comentários:

  1. Todas elas são cavalos que existem de verdade e dizem que seguem a história real desses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu não achei ruim não. Nada memorável, mas ele é bem feitinho, tem uma boa progressão e personagens sólidos. Talvez o foco das meninas constante nas competições tenha tirado um pouco da oportunidade delas mostrarem mais o seu charme. Não me empolgou tanto, mas eu vejo muita coisa beem pior que uma onechan por aí.
      Ah, mais fanservice seria um ótimo suplemento.

      Excluir
    2. Duas estrelas não é ruim. É apenas fraco. enredo não me empolgou e tirando a Spechan, as personagens não achei tão carismáticas.

      Excluir