10 de abr de 2017

Game Nostalgia: Shinobi (Master System)


Continuando a saga Shinobi, dessa vez revisei a origem de tudo, que é ... Shinobi mesmo, tehehe. Essa versão é a de Master System, que foi adaptada do mesmo game de arcade, no final dos anos 80. Talvez Shinobi seja um dos precursores do estilo plataforma, onde temos Joe Musashi como o grande herói ninja.

Apesar das fases serem lineares, o ambiente conta com duas linhas de fundo no progresso de cada fase. Joe Musashi aqui tem o botão de ataque e o botão de pulo. E para mudar o lado basta apertar pra cima mais botão de pulo. E para usar magias, precisa apertar o botão de pulo, segurar e em seguida, usar o botão de ataque. E outro porém é que você só ganha as magias vencendo os "bonus stages", daqueles que você tem que atirar nos ninjas verdes sem que um destes te alcance. Mas mesmo sem conseguir ganhar essas magias, elas não são relevantes nesta versão. O objetivo aqui é resgatar as crianças e ir derrotando os inimigos. A cada criança resgatada, Joe ganha novas armas, tiros e barras de vida, que são indispensáveis. O problema é quando você morre e volta com tudo zerado. Mas ao contrário da versão de arcade, quando você é golpeado e morre em seguida, na versão do Master System existe uma barra de life, onde Joe ainda pode resistir a alguns golpes antes de morrer, entretanto, encostar no inimigo também acaba tirando sua energia. Mas em geral, a conversão do jogo para o Master System saiu satisfatório, mesmo com as conhecidas limitações do console em relação aos fliperamas.


O maior destaque são os gráficos que ficaram bem próximos ao original. Já o som é básico de sempre do Master System e suas músicas são medianas, aliás, a mesma música sempre é tocada em todas as fases, o que torna entediante. O jogo é curto e dá para zerar numa boa se decorar os macetes de cada fase. Mas ainda assim, não é fácil terminar o jogo, mesmo com a facilidade da barra de life. A jogabilidade não é ruim, mas também não é muito boa, e aqui, tenho outro problema de pulo numa das fases: se eu apertar antes ou muito tarde, acabo sempre caindo no precipício. O timing tem que ser correto... e como sofri para passar dessa parte...


Eu lembro muito bem quando cheguei no final de jogo pela primeira vez naquela época. Fiquei emocionado em derrotar o último chefe, quando em seguida me deparo com um... "game over" com fundo preto na tela e depois volta para a tela de título... sério!!! Isso foi o final de Shinobi. Como fiquei decepcionado!! Poxa, nem uma simples tela de desfecho nem nada. Mas se tirar esse grave erro, o jogo não é assim decepcionante. É melhor ficar com a lembrança do final da versão de fliperama mesmo. Aliás, quem não conhece e se for para jogar Shinobi, fique com a versão de fliperama, que pode ser jogado no MAME.


2 comentários:

  1. Eu era doido pra jogar esse. Ficava babando nas revistas e nos arcades, mas no fim das contas nunca gemei. Kawashi hanashi desu.
    Aquele shadow dancer de arcade que apateci6a um lobo branco na abertura também nunca joguei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shinobi sempre foi um clássico e estava sempre nos fliperamas daqui. Eu joguei essa versão do Master e achei na época bastante convincente, mas que agora não tem mais sentido jogar essa versão. A do fliperama é muito melhor e dá para jogar no MAME.

      Shadow Dancer é massa também. Vou rejogá-lo em breve.

      Excluir